quinta-feira, 24 de março de 2011

A palhaçada da ficha limpa/suja

Mais um lei criada de fachada para promover ou favorecer políticos, só pode.
A palhaçada já começou na votação para aprová-la; empata, desempata, adia, e enfim o STF votou às vésperas da eleição. E para que?! Para derrubar assim que o ano iniciasse; depois do carnaval.
Já bastava o carnaval dos políticos que trocam de partido como trocam de fantasias, somente por interesses políticos e não ideológico e representativos que deveria ser a essência de um partido político. Enfim, é um carnaval! Acho que a eleição do síndico do meu prédio é mais séria do que as eleições no Brasil.


E o que podemos fazer???


Segundo a Folha. "O Supremo formou entendimento de que a lei não poderia ter sido aplicada na última eleição por causa do chamado princípio da anualidade" Ou seja, como sempre, a chamada justiça brasileira,tem um princípio, ementa ou sei lá o que que serve como brecha para que a lei não seja cumprida. tudo em favor de quem tem o poder de decidir pelos cidadãos. Como já ilustra Tiririca, é uma verdadeira palhaçada!


Como vocês devem ter lido ou ouvido esse tal princípio serve para que as decisões dessa lei só sejam aplicadas no ano seguinte da votação, ou seja, 2012.
Agora me digam quantos anos duram os mandatos!?!?!? Por que cargas d'agua um princípio destes é tão importante ao ponto de anular uma decisão que impacta na política por no mínimo 4 anos. Mínimo porque os rombos oriundos de escândalos duram anos a fio.


Realmente o Brasil é o país do carnaval e a marchinha lema de alguns políticos é "Mamãe eu quero mamar".

2 comentários:

  1. E como custa caro o leite que a gente paga!

    ResponderExcluir
  2. Eu odeio todos os políticos!!

    Por mim elegeria poetas!!

    beijo

    ResponderExcluir